Conteúdo comercial | 18+ | T&C's Aplicáveis

Introdução ao Jogo Responsável

É indiscutível que se vive hoje no mundo um panorama de vulgarização das apostas online em desporto ou em casino, e que já se pode falar tanto de uma indústria do jogo online como de um mercado pujante. Só que os apostadores e jogadores portugueses estão igualmente expostos a uma nova realidade de vícios e adições em que vale a pena refletir para tomarmos ações preventivas, não só porque poderá estar em causa o prazer e a diversão inatas ao jogo online como a própria desestruturação de uma vida.

É aqui que entram as políticas de Jogo Responsável, que vamos abordar neste artigo.

Antes de entrar no mundo do jogo online informe-se sobre Jogo Responsável

O Jogo Responsável pode ser encarado de duas formas: é, por um lado, uma atitude de responsabilização do próprio jogador consigo mesmo, aceitando que se deve impor limites de apostas, definir um orçamento de jogo, e fazer uma avaliação crítica constante do seu estado de espírito/anímico (por exemplo, colocando-se questões como: Estou-me a divertir? Estou a jogar por impulso? Estou jogar como escape a problemas pessoais? Sinto-me nervoso ou ansioso quando paro de jogar?). Por outro lado, o Jogo Responsável corresponde a uma série de políticas e de serviços oferecidos pelos melhores operadores, permitindo aos jogadores fazerem uma melhor gestão dos seus fundos (impondo limites de depósitos ou de apostas) ou oferecendo linhas de apoio para quem estiver a atravessar dificuldades psicológicas ou de adição.
Seja como for, o objetivo último do Jogo Responsável é assegurar o bem-estar do apostador, garantindo que o jogo online nunca deixa de ser, acima de tudo, divertido e lúdico.

10 recomendações e boas práticas do Jogo Responsável

O jogador é o principal responsável por garantir que se diverte e que está sempre sob controlo quando se junta a sites de apostas. É ele que deve agir proactivamente para que a sua experiência de jogo não se transforme de algo lúdico e entusiasmante em algo que causa ansiedade e stress.

Estas são 10 recomendações que fazem parte dos referenciais normativos de instituições como a Associação Mundial de Lotarias, a Associação Ibero-americana de Lotarias ou a Associação Europeia de Lotarias.

  1. Informe-se sempre sobre as regras e as características dos jogos em que aposta, sejam eles jogos de desporto ou de casino. Esta é a única maneira de estar consciente sobre as hipóteses de ganhar e perder, assim como de fazer a melhor avaliação sobre os montantes que está disposto a investir.
  2.  Identifique claramente limites de apostas diários, semanais ou totais (o valor total de dinheiro que está disposto a investir), seja disciplinado e nunca ultrapasse os seus limites.
  3.  Não peça dinheiro emprestado para jogar.
  4. Não aposte numa lógica de recuperar dinheiro perdido.
  5. Faça um acompanhamento do dinheiro que tem disponível conta, mas não deixe que as flutuações de ganhos/perdas o tornem impulsivo nas apostas.
  6. Lembre-se de fazer pausas regulares.
  7. Não jogue a dinheiro quando estiver afetado emocionalmente ou de outros modos, isto é, se estiver cansado, sob o efeito de álcool ou outras substâncias, se estiver perturbado de algum modo.
  8. Não jogue para fazer lucro, mas sim para se divertir.
  9. Não invista dinheiro que não está disposto a perder.
  10. Conheça os seus próprios limites e deixe de jogar durante um período de tempo razoável se sentir que em algum momento perdeu o controlo.

Faça uma autoavaliação dos seus hábitos de jogo e aconselhe-se com especialistas de saúde mental

Se é um jogador regular em casas de apostas online, é sempre uma boa ideia olhar para trás e refletir sobre os seus hábitos de jogo e a sua disposição geral quando ganha ou perde. Propomos-lhe por isso uma autoavaliação através de uma série de perguntas a que deverá responder tão honestamente quando conseguir. Se a resposta predominante as questões seguintes for “sim”, então considere contactar uma das entidades públicas que indicamos em baixo para avaliar com maior propriedade se tem uma adição de jogo.

  1.  Tem necessidade de apostar quantias elevadas para se divertir?
  2. Sente-se ansioso ou irritado quando pensa em parar de jogar?
  3. Já tentou várias vezes reduzir o tempo que dedica ao jogo, ou parar de jogar de todo, e não conseguiu?
  4. Pensa várias vezes ao longo do dia, e continuadamente ao longo de semanas, em jogo online, nos seus ganhos e nas suas experiências de jogo?
  5. Costuma jogar para aliviar situações de tensão, depressão, angústia ou ansiedade?
  6. Evita falar com outras pessoas sobre os seus hábitos de jogo?
  7.  Sente que não pode passar um dia sem jogar, ou que já deixou de participar em atividades sociais ou profissionais por causa do jogo?
  8. Tem dívidas de jogo?
  9. Sente que pode ganhar mais dinheiro online com a estratégia certa?
  10. Considera que a sorte é um fator que pode ser controlado?

Se respondeu afirmativamente a pelo menos duas destas questões, pode ser um jogador adito ou com riscos reais de desenvolver adição. Se assim for, recomendamos que entre em contacto com a Linha Vida, um serviço público do Ministério da Saúde que trata de todo o tipo de adições e que é gratuito, anónimo e confidencial. O telefone é o: 1414 (das 10h às 18h, de 2ª a 6ª. A chamada é Gratuita). O email é o: 1414@sicad.min-saude.pt.

Ative o mecanismo de Autoexclusão

A Autoexclusão é um mecanismo de controlo de jogo presente na grande maioria das casas de apostas de referência nos países de fala portuguesa. Esse mecanismo pode ser definido pelo próprio utilizador acedendo à sua conta pessoal, ou então solicitando-o às casas de apostas onde está registado.

De um modo simples, a Autoexclusão permite-lhe agir de modo preventivo contra possíveis adições e outros problemas relacionados com o jogo a dinheiro. Pode, por exemplo, definir na sua conta de jogador limites máximos de investimento, a partir dos quais será ativada a autoexclusão que o impedirá de voltar a investir dinheiro num determinado site por vários meses. Ou pode, em alternativa, contactar diretamente o serviço de apoio ao cliente de uma determinada casa de apostas, via email ou telefone, para pedir o exclusão da sua conta e NIF (obrigando-se assim a uma pausa prolongada do jogo online).